terça-feira, 9 de dezembro de 2014

J. Porque hoje é dia 9 Dezembro


Não tenho por hábito mentir, só que por vezes digo que não gosto de poesia. (O que é certo é que dou sempre por mim a ler Sophia, a espreitar, sem querer, Ruy Belo e a emocionar-me com o Pessoa.)
Mas não é de poesia que eu quero falar. É de ti J.
Hoje é o dia de anos da J.
 
Para quem não sabe, ou melhor para quem só nos lê agora, a J. faz parte da origem deste blog, foi ela a primeira a ser desafiada, foi ela o primeiro sim, e foi ela que quis andar por aí a incendiar muitos HEart's.
Ela é mesmo assim: aquela amiga que nos enche a alma.
Hoje, no blog, não temos a colaboração direta da J., mas temos a sua alegria, e esta alegria, acreditem meus queridos leitores, é daquelas bombas que têm um enorme impacto.
A J. sempre nos incentiva a continuar.
 
Outro dia, num telefonema (a chatice da distancia), disse-me que está sempre aqui a vigiar - fora do HEart, mas dentro do nosso HEart.
A J. conquistou logo, mas mesmo no primeiro segundo, a minha amizade.
Sempre com a guitarra, que acompanha um vozeirão incrível.
Conheci a J. num projeto de Voluntariado pelas Áfricas, e numa tarde, depois do almoço, com um café na mão um cigarro na outra, num telhado, de uma escola que ainda estava por construir em cima numa salina, olhávamos para o horizonte da pobreza extrema, de um bairro que nem tinha nome, mas hoje chama-se Nossa Senhora da Esperança, e percebemos o não tenhais medo, que um dia um Santo nos disse.
A J. ajudou-me a gostar de poesia, quando me deixou uma folha de papel, pequena, escrita à mão, um pouco enrugada, talvez suja do ar de África, dentro do meu pequeno caderno de orações, que eu sempre levava para aquela pobre Igreja dos pobres, era um poema de Miguel Torga:
 
Recomeça…
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.
E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar
E vendo
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.
 
( Miguel Torga, Sísifo, in Diário XIII)
Parabéns J!

5 comentários:

MarianaT disse...

gosto tanto da J!!! <3 Happy Bday!

Leonor disse...

Tb gosto mil da J! Popota querida! lol... PARABÉNS!!!!!

A Popota disse...

Não conheço essa tal J., mas deve ser uma mulher interessantíssima!



J. disse...

Sabeis que mais?

UM ENORME OBRIGADA!

Até me vieram as lágrimas...nossa!

Ditinha..és linda..tu sabes;)! Um obrigada gigante!

T. e L. eu é gosto imeeenssooo de vocês! E sou uma mulher feliz por ter amigas assim! Saudades!

Um grande beijinho

M. dita disse...

J. nunca mudes :)
Beijnho e vem visitar-nos ao blog

"Quem é a Popota?"