quinta-feira, 8 de novembro de 2012

O dia D(oente)


Uma pessoa apanha um pouco mais de chuva, depois estava frio, também estava vento e a roupa estava molhada, e depois continuava o frio... e voilá no outro dia tem uma constipação.
Uma constipação traz consigo, não só dores de garganta, mas febre, assim sendo essa pessoa tem de ficar em casa.

Ficar em casa, para quem trabalha fora dela, para quem estuda fora dela, ou melhor para quem não pára dentro dela é difícil (excluí-se aqui todas as mães de família ou mulheres casadas...)!
Mas uma pessoa aprende, no primeiro dia aproveita e arruma tudo o que faltava ou que queria arrumar, mas que nunca teve tempo, até faz uma sopa para o resto da semana! No segundo dia aproveita e sempre pode ler aquele livro (porque não Chesterton?), pode escrever cartas à mão (como eu gosto de escrever cartas e levar ao correio... ), pode pintar, pode desenhar.... sobretudo pode riscar as coisas da sua lista "things i have to do!"
Aquele que é o dia, o dia de ficar em casa doente, é sempre o dia chato, com queixas, as coisas não são como planeamos etc... Mas isso mudou quando a pessoa pensa Omnia in Bonum :)
Terceiro dia escrever um post no blog!

4 comentários:

Mariana Duarte Silva disse...

Estou agora no segundo dia, alguma sugestão de leitura? :) é que passar o dia só com Montesquieu não me parece muito apelativo...

Ana Ulrich disse...

As melhoras para as duas! Dita podíamos aproveitar o teu dia D para alterar a forma de visualizar os comments (abrir-se uma janela ao lado), o que achas? Facilitava a vida de todos :) E muito chá com limão e mel!!

Rosarinho MB disse...

Olá!

Que post tão engraçado. Eu tenho um passatempo que é um bocado (muito) ridículo mas de que gosto muito e divirto-me muito. É ver os posts deste blogue e só pelo título ou imagem, descobrir quem o escreveu! Que engraçado! Raramente me engano. Desta vez enganei-me mesmo quando vi a fotografia, pensei que fosse da Ana Ulrich.
Gostei muito do post, muito mesmo!!! Está muito giro!
E quando vinha comentar vi o comentário da Ana e concordo em absoluto. Melhor do que isso só mesmo fazer o que te pedi na sexta-feira: tirar a "confirmação de que não sou um robot" sempre que escrevo um comentário. Estão constantemente a pedir para escrever o número e as letras e às vezes perco a vontade e deixo de comentar por causa disso. Preguiça, bem sei. Mas facilitaria muito!
No blogue da Maria isso já não me acontece!
beijinhos

Ana Ulrich disse...

:)