quarta-feira, 14 de novembro de 2012

5 anos: Ele e Ela


Tinham-se conhecido há um mês.
Há pelo menos 3 semanas que se tinham tornado inseparáveis, depois de terem sido trancados numa sala de aula por amigos visionários.

Ao almoço deste dia, há 5 anos, Ela comentou com Ele que a mãe tinha perguntado se namoravam. Os dois riram-se. Que ideia!
Ao final da tarde, já escura, nesse mesmo dia, compraram castanhas a um jovem rapaz que estava a vendê-las no Campus da Universidade. (Até hoje não encontraram ninguém que o tivesse visto, e na Reitoria juravam a pés juntos que jamais alguém tinha vendido castanhas no Campus. Ela crê firmemente que foi um anjo da guarda).

De cartucho na mão, Ele virou-se para Ela, e com ar sério e apaixonado disse: 
- "Talvez seja melhor dizeres à tua mãe que sim".

Foi assim, há 5 anos, que tudo começou. Uma história que ainda vai no princípio, mas que já dava muitos livros. E por isso, Ele e Ela fazem questão de celebrar este dia, todos os anos, no sítio do costume.


2 comentários:

Rosarinho MB disse...

Oh Cate, já comentei no outro blog mas quero comentar o mesmo neste também.
Lembro-me tão bem de toda esta história e de me ires contando tudo ao pormenor, que saudades! Lembro-me, também, de como gostei de conhecer o Miguel e de ir acompanhando o vosso namoro. É tão bom! Muitos parabéns... que bom que é pensar que em cinco anos fizeram tantas coisas boas! (e nos deram a Pilarzinha que é tão querida e nos "vão dar" um outro bebé que há-de ser igualmente tão amoroso!!!!)

Ana Ulrich disse...

E ouvir isto contado pela própria, com o maridão de mão dada, uma Pilar no colo e um bébe a caminho é de arrepiar..