segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Fashion Night Out

Se dizem que “à terceira é de vez”, só significa que esta edição do Vogue’s Fashion Night Out vai suplantar todas as anteriores e elevar a fasquia para os anos vindouros.
Festas e cocktails, música e pessoas bonitas, flashes e Moda, muita Moda na noite em que as compras trazem a Lisboa um glamour que nem Hollywood conhece. Grandes casas internacionais e criadores portugueses, cadeias de fast fashion e lojas de bairro: vence a união do comércio com o consumidor, a venda com a compra, a oferta com a procura, uma extensão da magia de uma capital tão nossa, mas simultaneamente do mundo inteiro.

A noite mais esperada do ano já tem data marcada: a 13 de setembro, a alma de Lisboa junta-se às capitais mais cool do mundo inteiro, num evento em que o único acessório obrigatório é o saco de compras. E o estilo.
O relógio marca 19h, mas esta noite as portas não se fecham: acendem-se luzes néon, afinam-se os acordes do batimento eletrónico, erguem-se bandejas de morangos e servem-se flûtes de champanhe. Levando o conceito de happy hour(s) a um extremo literal, na edição passada, o Chiado não tinha um centímetro de calçada portuguesa a descoberto. Este ano, repetimos a fórmula, mas superamo-nos em conteúdo, em mais uma dinamização do comércio local, em mais um estímulo à confiança, em mais um impulso ao amor à camisola.
Agora que se delinearam os trilhos e se reconheceu o terreno, as zonas a palmilhar serão as mesmas: Chiado, Avenida da Liberdade, Rua Castilho e Príncipe Real renascem das 19h às 23h num fervilhar de descontos, promoções e animação, cujo efeito desfibrilhador ultrapassa qualquer terapia.
A pulsação de Lisboa sentir-se-á no mundo inteiro, numa sintonia de capitais que abrem as lojas à celebração de algo que já ultrapassa, em larga escala, o comércio puro e duro: são dezenas de lojas que competem excentricamente pelo trono de melhor anfitriã, são centenas de pessoas que calçam os seus sapatos todo-o-terreno, são os melhores vestidos de verão sob as luzes intermitentes, são os sorrisos rasgados sobre os cocktails, é a energia eletrizante de uma festa cujo palco são 7 colinas, são os sacos que chegam a casa cheios de promessas, são as lembranças de uma noite que já caminha para a terceira edição.
E, porque já é da praxe, termina-se o convite irrecusável com uma pergunta quase retórica: vai mesmo ficar em casa?
Por: Vogue Portugal

6 comentários:

Maria disse...

Vamos lá estar!

kika disse...

Pois vamos :)

alexandrachumbo disse...

Combinado girls! Eu fui à primeira e adorei! Quero voltar deal?

Mariana Duarte Silva disse...

óptimo para aplicar uma frase de um clube de futebol conhecido: "só eu sei porque não fico em casa!"

alexandrachumbo disse...

mai nada Mariana! Estou com saudades de um post dos verdes... FORÇA NISSO!

TeresaHU disse...

Também eu!! Sim vamos todas!!