segunda-feira, 23 de julho de 2012

Hoje pensei nisto

quando estava em casa e o meu Pai me veio pedir uma opinião. Qual dos cintos ficava menos mal com as calças e t-shirt que vestia. Tinha dois para eu escolher. Gostei dos dois mas o 'menos mal' deixou-me na dúvida. Era suposto não gostar de nenhum? Disse que gostava, que gostava muito dos dois. Que talvez o da direita fosse mais giro que o outro. Saiu a rir e acrescentou: a Mãe vai fazer-me a cabeça quando vir.
A forma como olhamos para os outros é muito diferente. Da forma como olhávamos há uns anos ou da forma como outros o fazem.

Cheguei à conclusão que é, de facto, muito mais original, fazer um 'granda Reset' nessas ideias todas que foram entrando e olhar para quem está à nossa volta como se fosse a primeira vez. Bem, no coração isso não resulta, simplesmente porque o botão - graças a Deus - não foi incluído no teclado. Mas na cabeça e nos olhos funciona. Vou experimentar começar hoje. Deixar-me surpreender por não ter as mesmas reações que teria se olhasse como ontem. Dar liberdade aos outros para serem o que quiserem, sem as minhas manias e irritantezinhices. Sem tudo o que já sei que o outro sabe ou acha, ou que já ouvi dizer.

E porque será uma delícia se, ao sair de casa, o meu pai ouvir um elogio do género 'tás com uma pintarola assim vestido!'.
Desconcertante! Priceless.

4 comentários:

Joana Nestor disse...

FIXE any!

Obrigada!

Vou experimentar tb!

Anónimo disse...

Obrigada!! Também vou experimentar. Imaginem como são as minhas opiniões que sempre que uma das minhas irmãs me pergunta o que acho sobre aquele vestido, sapatos, etc, depois da minha resposta diz-me sempre: "P., agora dá a tua opinião tendo em conta que sou eu que uso. Não tu". E é isto: não respeito o outro e os seus gostos. Vou mesmo experimentar Ana!!

Baci

Ana Ulrich disse...

Querida P., acho que descobri quem és :) Obrigada por andares por aqui! Um beijo grande,

A.

Ana Ulrich disse...

Querida J.,

Any é a forma como as minhas amigas mais próximas me chamavam nos tempos de liceu. Muito bom voltar a ouvir isso.

Vamos experimentar e.. volta e meia, vamos conseguir!

Beijos linda