quinta-feira, 12 de julho de 2012

Baralho de cartas

Ontem, quando estava a jantar com amigos em Azeitão, ouvi a M a contar uma ideia que teve.
Uma ideia muito gira! Como isto do que queremos, não queremos, sabemos ou acontecemos é uma bola de neve em constante rodopio, ela pensou em fazer um filme, juntamente com amigas, onde falariam com elas próprias, daqui a uns anos. Daqui a uns bons anos!
Para voltarem a ver quando tiverem na casa dos 30.

Ficaria uma coisa deste género:
Querida M, sou eu, a tua versão em miúda! Bem, nesta altura acho que terás uns 30's e tais, e espero que tenhas pelo menos 5 filhos, casada com o maridão Z. O que eu gostava mesmo, mesmo, mesmo era que vivesses em Y e trabalhasses naquela profissão com que sempre sonhaste, ser W. E lembras-te da Joana? Espero que sim, porque neste momento em que falamos, ela é a minha maior amiga.

E por aí continuaria.

Fiquei a pensar (claro!). Acho a ideia gira, porque gosto de falar comigo própria e às vezes chamar-me à atenção ou mesmo lançar-me um ‘tás-te a passar? aos berros, mas para dentro. E quando viajo, foram raras as vezes em que não me escrevi um postal. Morada de minha casa no envelope, caixa de correio local e quando chego, abrir o correio e lá está ela, à minha espera, essa carta que escrevi do outro lado do Mundo ou a um país de distância, mas que em qualquer um dos casos, fez km’s para chegar até mim outra vez. E escrevo de tudo um pouco nesses postais: o que estou a achar da viagem, ideias para pegar quando voltar, coisas que quero mudar, enfim.

E gostei de passar a ideia da M para o formato carta, escrever-me, dar a alguém de confiança e ler daqui a muitos anos. Lista de to do's, so far.

Melhor do que isto tudo: ADORO pensar que nada será como está lá escrito. Tudo ao lado! Porque perdia toda a pica pensar que aos 22 anos já sei, já sabemos, o que é melhor para nós, e quais as cartas que devemos jogar para sermos verdadeiramente felizes.

E será que alguma vez chegamos a saber a resposta, enquanto por aqui andarmos?
É deixar o baralho ser lançado e responder com a melhor cartada que temos na manga!

3 comentários:

alexandrachumbo disse...

Preciso de ajuda!!! Como consegues fazer estes posts tão giros? os meus saem com as letras todas encavalitadas... com o texto todo junto, um horror! Desculpa usar os comentários para isto, mas podes ajudar-me? O meu mail é alexandrachumbo@hotmail.com Obrigada Ana, beijinhos

TeresaHU disse...

Candidato ao melhor comentário do mundo :)

Joana Nestor disse...

"Volta e meia" está ...... ESPE(C)TACULAR!!!