sábado, 21 de janeiro de 2012

Amor à Camisola


O futebol é um jogo que desperta paixões e que une pessoas um pouco por todo o mundo. Durante os noventa minutos, o que realmente importa é ver a bola rolar pelo relvado até atravessar a linha de golo e embater no fundo das redes. As preocupações quotidianas são momentaneamente esquecidas quando se ouve o apito inicial do árbitro e o adepto tanto sofre com um passe falhado como rejubila e incentiva o mesmo jogador, depois de um gesto técnico fantástico ou de uma finta estonteante efectuada poucos minutos depois.

“Golo” é, possivelmente, a palavra mais apaixonante para um adepto do desporto rei. Um remate a 30 metros da baliza, um cabeceamento fantástico, um pontapé de bicicleta irrepreensível…é para presenciar estes momentos que um adepto espera (e desespera) pelo fim-de-semana, pela hora em que coloca o cachecol ao pescoço e se equipa a rigor em direcção a um lugar que tão bem conhece, o “seu” estádio.

Os adeptos dão um colorido especial ao estádio: as coreografias que levam dias a preparar, os cânticos entoados durante minutos a fio, as bandeiras com o símbolo do clube, são hoje elementos quase indispensáveis num jogo de futebol. Vulgarmente conhecido como o “12º jogador”, o adepto pode, com o seu apoio incondicional, empolgar a equipa para uma grande exibição e ajudar na conquista de inúmeras vitórias.

Diz-se que o futebol é um desporto de homens, no entanto, existem cada vez mais mulheres que percebem e que vibram com os jogos dos seus clubes. Ver famílias inteiras num jogo, grupos de mulheres e crianças, é uma realidade que tem de estar mais presente nos nossos estádios…

Pretendo, ao longo dos próximos tempos, mostrar uma visão diferente de um desporto que não significa apenas intriga, violência ou ódio, mas sim alegria e paixão…”a festa do desporto rei”!


2 comentários:

Margarida Benedita M. M. (DITA) disse...

Mariana Bem vida! Esperamos muitas crónicas de futebol!

Teresa U disse...

Força Marianne!! A ver se me conquistas também a mim, num desporto que (ainda) não me diz muito!!