segunda-feira, 9 de abril de 2012

E esta, hein?

video



"Tás a gozar".... INCRÍVEL este vídeo. Uma senhora de 86 anos! 86!

Abre as portas para falar de um tema importante e que a mim, enquanto professora de Educação Física, me fascina particularmente....o DESPORTO.

Actualmente, procura-se, maioritariamente, no desporto, o alto rendimento - correr mais rápido, ser o melhor, marcar mais golos - e o bem estar físico - corpos ágeis e esbeltos, fortes e definidos.

Sim, é também para isso que o desporto cá está mas, felizmente, consegue chegar mais fundo...é um meio para formar o carácter. E é isto que me fascina!!!

Pratiquei sempre desporto para "arejar a cabeça", para "me sentir bem", para "gastar energias e calorias","para manter a linha", etc...etc...! Óptimo! Mas o que mais me marcou em cada treino que estive, em que cada jogo que fiz, em cada desporto que andei...foram as pessoas com quem aprendi a gerir as relações humanas, foram os horários dos treinos, intensos, que obrigavam a que o meu dia fosse metódico para conseguir chegar a outros projectos, foi a necessidade de ter de superar mais uma prova quando o corpo e a cabeça diziam: "Não aguentamos mais". Foi o aprender a jogar em equipa, o aprender a gerir todas as emoções tão próprias do desporto, o aprender a perder e a ganhar, o aprender a ter metas e a dispor dos meios para lá chegar.

O desporto permitiu-me também conhecer melhor! Descobri limitações que, ora tive de ultrapassar, ora tive de aceitar da melhor maneira. E também talentos que me estimulavam e me pediam que os pusesse a render...em meu favor e em favor da equipa.

E o melhor de tudo era compreender que na minha equipa de Voleibol, feita de gente tão diferente, cada uma tinha o seu papel..."a marta fazia rir", "a xana defendia lindamente", " a sofia fazia pontos atrás de pontos", "a rita tinha um coração enorme que se comovia com facilidade", "a treinadora uma exigência e amizade invejáveis" ...e era com as características de cada uma, que enfrentávamos as derrotas e caminhávamos para as vitórias, dentro e fora do campo.

Agora a minha vida desportiva é mais calma. Ia dizer que já não tenho idade para tanto exercício físico, mas depois de ver este filme até fiquei com vergonha.

Grandes tempos!!! Por motivos mais altos tive que deixar a competição, mas aprendi muitíssimo. O que o desporto me deu nestes anos, teve e continua a ter repercussões na minha forma de ser, de pensar, de ver, de estar....!

O desporto deu-me a oportunidade de conhecer e aprender aspectos importantes na e para a vida...que não quero deixar passar, sem que os aproveite.

Isto tudo para dizer o quê?

Que o desporto pode ser, aliás, deve sempre ser, aliás, na sua essência é...uma ajuda para educar...uma forma de ajudar o Homem a SER.

Desculpem o comentário tão extenso e tão pessoal. Hoje não consegui outra maneira de falar deste tema...

1 comentário:

Maria disse...

Joana: também eu não concebo a vida sem desporto!
Um beijinho.