terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Porque hoje é dia 3/1: Rosarinho Morais Barbosa

Quero que o meu primeiro post 2017 tenha um grande tema | Quero (re)começar a falar do que também é soberano | Quero escrever sobre a amizade.



Porque hoje é o dia 3 de Janeiro

Há muito tempo atrás - ou então não - ano de 2008, estávamos na faculdade, tínhamos grandes desejos, éramos umas miúdas - ou ainda somos - foi quando as nossas vidas se cruzaram. Quero que o meu primeiro post do ano seja sobre ti Rosarinho e sobre a riqueza que és tu.

Lembro-me do primeiro dia que te conheci, naquele tarde ao sair da Residência dos Álamos, perguntaste-me queres companhia até ao autocarro? E acabamos por ir juntas ao McDonald's.
Falamos de imensa coisa....  perguntei-te qual era o teu livro preferido, e tu respondeste-me passado um dia com a oferta do  Miserere, escrito pelo teu pai, porque não era só um  livro, era a história, a tua história.

Naquela noite não sabia que estava a conhecer uma das minhas melhores amigas, não sabia que estava a conhecer uma família maravilhosa, não sabia que estava a conhecer uma daquelas pessoas raras no século XXI que te ajudam a quereres ser melhor (ou por outras palavras, sem respeitos humanos, a quereres seres santa) e apesar das tuas fraquezas, a Rosarinho vai buscar sempre o bem que há em ti, e, se não houver, ela repara em qualquer coisinha.

Agradeço muito a Deus esta amizade, agradeço muito a Deus a Rosarinho, porque é um tesouro, porque é uma raridade, porque rimos até doer a barriga -literalmente- porque não temos cerimonias quando se fala do frigoríficos lá de casa, porque comemos batatas fritas às 2h da manhã e dizemos às outras que fazemos dieta, porque não temos filtros, porque falamos de coisas profundas como falamos das coisas mais simples, porque tiramos fotos estúpidas e mostramos a toda a gente a achar que temos imensa graça e não temos, porque chamamos "Bruna" à nossa amiga durante 5 anos, porque temos um passo de dança que só nós entendemos, porque o sushi é melhor e maior teu lado, porque todas as frases feitas e pirosas dos pacotes de açúcar fazem sentido contigo...

Crescemos juntas, não em tempo físico, mas em tempo espiritual, amadurecemos, aprendemos muitas coisas em conjunto e só aprendemos porque estávamos em conjunto.
Não foi só rir, também soubemos sofrer, é raro saber sofrer, ter a tua ajuda nos maus momentos, ter-te sempre, é saber que nunca vamos estar sozinhas.

Parabéns minha querida Rosarinho!
Nunca consegui passar este dia contigo, parece que há um oceano que nos dividi, mas isso não impediu que os outros 300's dia's do ano não tenham sido maravilhosos.

E este ano tenho o orgulho de ser a tua madrinha do casamento, 9 anos depois de irmos jantar ao McDonald's, 9 anos depois de ler o Misserere, 9 anos depois de "podia acabar o mundo", 9 anos depois dos sábados passados com as nossas velhinhas, quando o R faz mais sentido na C... cá estou eu, que orgulho, nos bons e nos maus momentos, nas grandes e nas pequenas lutas e agora em 2017 no ano do teu casamento. Para sempre amiga - ou uma espécie de irmã.


2 comentários:

Joana Nestor disse...

E vocês são lindas!!!!! E a Rosa é a MEGA AMIGA!!! E MEGA AFILHADA! E é mesmo isso tudo que dizes..e mais..e mais! UM GRANDE BEIJINHO DE PARABÉNS MINHA QUERIDA ROSARINHO! ESTA É A DANÇA DA ROSÁRIO! E obrigada pelas grandes amizades!!!

Rosarinho MB disse...

Minha querida, estou sem palavras!!! Deixas me emocionada. Que texto tão bonito. Muito obrigada por tudo!!! Respondo te em privado. Grande beijinho